Município de Proença-a-Nova: Parta à descoberta!

Viagem aos Sabores Tradicionais de Portugal

Próximo Destino: Município de Proença-a-Nova

FESTIVAL DOS SABORES CAPRINOS E OVINOS

Siga as nossas dicas e planeie os seus passeios pelo país! Saia com água na boca e volte saciado com a riqueza da Gastronomia Tradicional Portuguesa!

Os melhores produtos tradicionais, a melhor doçaria, as melhores especialidades e receitas. E ainda dicas de visitas e curiosidades locais!
Um guia atualizado de cada município para que possa planear o seu roteiro pessoal para fazer com a família ou com amigos, em qualquer altura do ano… sem restrições!

Proença-a-Nova no prato.

No centro de Portugal, Proença-a-Nova dá-lhe as boas vindas para uma viagem pela natureza, pelo património cultural, por paisagens deslumbrantes, por um roteiro das artes inspirador, por desportos de aventura e, claro está, com várias paragens para apreciar os nossos sabores mais tradicionais.

Nos dois últimos fins de semana de fevereiro e nos dois primeiros dias de março, convidamo-lo a vir degustar as especialidades dos nossos restaurantes nos pratos que utilizam essencialmente a carne de cabra, de cabrito ou de borrego, destacando-se o afogado da boda, a tigelada de Proença-a-Nova, o tradicional maranho, o cabrito assado ou o queijo cabreiro.

Estes sabores com tradição foram sendo aprimorados ao longo de gerações, utilizando os recursos endógenos e misturando-os de forma a criar uma das expressões mais vivas do território: a gastronomia.

Os nossos eventos gastronómicos.

São 21 os restaurantes do concelho de Proença-a-Nova que, a 19 e 20 de fevereiro e no fim de semana do Carnaval, vão colocar nas suas ementas sabores tradicionais como o maranho, o cabrito assado, o afogado da boda, o queijo cabreiro, o borrego grelhado ou a deliciosa tigelada, destacando desta forma a gastronomia mais típica feita com a carne de caprino e ovino, de muita tradição no nosso concelho.

Antigamente, a maior parte destes pratos costumava ser confecionada apenas em dias festivos, como os casamentos ou as festas de aldeia. O afogado da boda, um guisado de carne de cabra, foi batizado precisamente por fazer parte das ementas dos casamentos (bodas); o maranho enriquecia o cozido à portuguesa e a tigelada, com leite de cabra, mel e cozida em forno de lenha, era a despedida perfeita de uma refeição que se queria farta.

Consulte os restaurantes do Festival dos Sabores Caprinos e Ovinos em www.cm-proencanova.pt ou no Facebook do Município de Proença-a-Nova e visite-nos.

Marque também na sua Agenda:

Receitas para fazer
e comer em casa.

(Mas não é a mesma coisa)

Para começar, sugerimos maranho acompanhado com salada de almeirão. Sugerimos como prato principal cabrito assado ou o afogado da boda e, para rematar em beleza, a tradicional tigelada de Proença-a-Nova para sobremesa. Passo a passo, aprenda a fazer cada uma destas iguarias. Deixamos, no entanto, o alerta: não é a mesma coisa. Pode sempre visitar-nos e descobrir as diferenças!

Entrada

Maranho e salada de almeirão

Prato Principal

Cabrito Assado

Prato Principal

Afogado da Boda

Sobremesa

Tigelada

Para abrir o apetite:
desporto e aventura

Em 2022 o Município de Proença-a-Nova assinala o Ano Municipal do Desporto e da Aventura, promovendo as potencialidades do concelho a este nível. Para além de nos visitar pela nossa gastronomia, aproveite para descobrir tudo o que temos para oferecer:

Via Ferrata das Talhadas

É a mais extensa do país, com 2190 metros na totalidade, contando 11 sectores distintos, uma ponte himalaia, de 15 metros, e uma ponte suspensa, de 40 metros de comprimento. Inicia-se na Torre de Vigia desta serra, pressupondo uma caminhada de 20 minutos até ao local onde nasce, terminando no mesmo local. Apesar de acessível e de utilização livre, deve ser realizada ou acompanhada por alguém experiente neste tipo de atividades, garantindo todas as condições de segurança. Mais informações

BTT

O Cyclin’Portugal da Praia Fluvial da Fróia é uma infraestrutura desportiva permanente que acolhe os ciclistas em regime de self-service e é aqui que se iniciam os três percursos marcados para a prática de BTT, com diferentes graus de dificuldade. Mais informações

BTT Enduro

O Enduro, disciplina do BTT, caracteriza-se por «pistas» onde se privilegia a diversão, desenvolvidas tendencialmente em descida com a tecnicidade adequada conforme o seu grau de dificuldade, tirando partido dos desníveis e pormenores do terreno. Na Serra das Talhadas estão disponíveis seis pistas, de uso livre e gratuito, com quatro graus de dificuldade (fácil, acessível, difícil e muito difícil), num total de 14 quilómetros. Mais informações

Escalada

As portas do Almourão, escavadas pelo rio Ocreza nos últimos dois milhões de anos, e a lendária Buraca da Moura são os cenários da Escola de Escalada, com 40 vias que oscilam entre 8 e 30 metros. No último fim de semana de outubro realiza-se um Encontro de Escalada com a presença de desportistas experientes ou de aqueles que queiram experimentar a modalidade pela primeira vez. Mais informações

Passeios Pedestres

Paisagens naturais, monumentos megalíticos, vestígios das invasões francesas, miradouros, geossítios, fauna e flora diversificada. Os passeios pedestres do concelho, marcados segundo as normas da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal, oferecem diferentes atrativos para quem se queira fazer ao caminho. Sete dos percursos são de pequena rota e um deles é a Grande Rota da Cortiçada – GR39, com mais de 130 quilómetros. Temos ainda vários trilhos, incluindo o da Ribeira da Isna que acompanha este curso de água entre as praias fluviais do Malhadal e da Aldeia Ruiva.
Além dos percursos marcados, que podem ser feitos por quem gosta de turismo de natureza, mensalmente são realizados passeios guiados que vão percorrendo diferentes zonas do concelho. Mais informações

Paraquedismo

No Sky Fun Center, que funciona no hangar do Aeródromo Municipal de Proença-a-Nova, pode experimentar o salto em queda livre assistido ou salto tandem, como é internacionalmente conhecido. Não é necessária formação prévia, sendo os únicos requisitos ter menos de dois metros de altura, peso entre 30 e 100 quilos e não sofrer de nenhuma cardiopatia grave. Entre outras modalidades, o curso de abertura automática e o curso de queda livre assistida são também opções disponíveis. Mais informações

Paramotor e Parapente

A Fly Proença promove cursos, voos e provas em paramotor no aeródromo municipal, incluindo a experiência de voar em paramotor bilugar, em que o passageiro tem apenas de desfrutar das alturas. Em alguns casos, este voo costuma ser a base para a entrada na modalidade e a empresa disponibiliza cursos de formação para quem pretende ganhar autonomia e voar a solo. Na Serra das Talhadas está disponível uma pista de parapente para quem já é experiente nesta modalidade. Mais informações

Dicas de visita.

Se procura uma experiência com menos adrenalina, sugerimos que inclua na sua vinda a Proença-a-Nova a passagem por alguns dos nossos principais pontos de visita obrigatórios:

Torre de Vigia da Serra das Talhadas

A Torre de Vigia, da autoria do Arquiteto Siza Vieira, oferece uma vista de 360º sobre Proença-a-Nova e os concelhos vizinhos. Para além de local privilegiado de observação da paisagem, com 16 metros de altura, serve também a função de posto de vigia durante o período crítico da época de incêndios. Ao lado, o Cruzeiro da Serra das Talhadas recorda a religiosidade do povo das aldeias vizinhas. Este ponto da Serra das Talhadas é acessível por uma estrada de terra, a partir de Chão do Galego (junto ao recinto de festas desta localidade). Pode ainda ser percorrido a pé, através do percurso pedestre PR6. Mais informações

Centro Ciência Viva da Floresta

Tocar, sentir os cheiros e os materiais da floresta, aprender experimentando e participando nas muitas atividades propostas: no Centro Ciência Viva da Floresta há desafios para todas as idades, que dão a conhecer a floresta como fonte de bem-estar, fonte de vida e fonte de riqueza – os três temas em torno dos quais está estruturada a exposição. Mais informações

Fortes e Baterias

O Forte das Batarias, localizado muito próximo da aldeia de Catraia Cimeira, recorda-nos alguns momentos recentes da história de Portugal recheada de invasões e ameaças à nossa soberania. Em 1762, por ocasião da Guerra das Laranjas, foi criada a linha defensiva da Serra das Talhadas e Moradal com a construção de um conjunto de fortes e baterias que impediram que os exércitos invasores avançassem em direção à capital. Mais informações

Roteiro das Artes

Com obras de artes integradas na malha urbana de Proença-a-Nova, em várias aldeias ou na paisagem, o roteiro das artes é um convite para olhar a criação artística e as reflexões por trás de cada obra.

Praias fluviais

São um dos atrativos turísticos do concelho e nasceram do aproveitamento cuidado das linhas de água que o cruzam. Aldeia Ruiva, Alvito, Cerejeira, Fróia e Malhadal constituem a rede de praias fluviais do concelho, valorizadas pela moldura natural e servidas por equipamentos construídos com a preocupação de preservar a identidade dos locais, recorrendo a materiais como o xisto e a madeira. Mais informações

Museu Isilda Martins

A história deste núcleo etnográfico cruza-se com a do Grupo de Danças e Cantares de Sobreira Formosa, fundado em 1979. Foi por iniciativa da diretora técnica do grupo, Isilda Martins, que se iniciou a recolha de objetos de uso quotidiano, vestuário, alfaias agrícolas e outros utensílios entretanto organizados de forma a recordarem aos visitantes memórias da vida no concelho, particularmente na primeira metade do século XX. Três dos sete núcleos em que está organizado contemplam atividades ligadas à agricultura e floresta, enquanto nos restantes quatro são recordados espaços centrais da casa e ofícios tradicionais – como o sapateiro, o ferreiro ou a modista. Existe ainda um módulo expositivo que contempla o vestuário e algumas peças que se destacam pela antiguidade ou pela curiosidade. Mais informações

Aldeia do Xisto da Figueira

Junto ao forno comunitário da Figueira, o cheiro a pão quente espalha-se pelas estreitas ruas em volta. Na parede de xisto ao lado da porta do forno, mantém-se o sistema original de marcações em que as famílias selecionavam o dia em que queriam cozer o pão. O forno era o coração da aldeia e volta hoje a dinamizar esta localidade: todas as semanas pão e broa frescos saem do forno para as prateleiras da Loja da Aldeia. Embora não estejam integradas na rede das Aldeias do Xisto, existem outras povoações igualmente com núcleos bem preservados. É o caso da aldeia de Oliveiras, junto à praia da Fróia, onde podem ser encontrados artesãos que trabalham ao vivo, e das aldeias de Cunqueiros e Pedreira. Mais informações

Para preparar a sua viagem contacte-nos:

Posto de Turismo

Segunda a sexta-feira: 9h00 às 18h30

Sábados: 9h30 às 15h00

Domingos e feriados: 9h30 às 13h30

T: 939 623 269 | postodeturismo@cm-proencanova.pt